6 Mitos e 3 Verdades sobre a Meditação

mitos-verdades-meditacao-mindfulness-altaperformance-performance-Escola-Eduardo-Cirilo-Método-DeRose-Porto-portugal-viveremaltaperformance.jpg

Com mais de seis mil milhões de mentes ativas a todo momento, há fluxos intermináveis de pensamentos sobre todos os aspectos do mundo.

Alguns pensamentos são reais, alguns são imaginação e outros são simples enganos. Enquanto há mitos e verdades sobre vários assuntos, um dos mais populares é a meditação.

Diz a palavra “meditação”, e todos os tipos de imagens e opiniões surgem: isso é para mim? Eu não consigo ficar sentado em silêncio por muito tempo. Quem afinal quer meditar?

Uma coisa é certa, meditar está a deixar de ser uma prática restrita aos alternativos "zen" para se tornar uma opção para quem quer viver mais e melhor, num estilo de vida de Alta Performance.

Para atingires a alta performance da tua mente, precisas de adquirir mais conhecimento sobre a meditação. O que te vou explicar no artigo de hoje?

  1. Porquê meditar
  2. 6 mitos que não te deixam levar a meditação a sério
  3. 3 verdades sobre a meditação que te farão viver em alta performance

Podes ainda encontrar valiosas dicas de meditação noutro artigo que escrevi. Se quiseres ler, vai ao Guia Completo da Meditação.

178502722

Porquê meditar

No dia-a-dia, são centenas, as solicitações e os pontos de distração, que te desviam das tuas ações e objetivos. Dificilmente podes modificar esses aspectos que são externos, mas podes aprender a conviver e a contornar essas situações, o que resultará num melhor desempenho e resultados.

O dicionário diz que meditar é pensar, refletir sobre algo. Contudo, a proposta do exercício é parar as ondas mentais, esvaziar a tua mente de pensamentos e suprimir a instabilidade da consciência.

Para quê parar de pensar? Na verdade, o culto aos “milagres da mente” e venerações aos poderes mentais só são concebíveis por parte de pessoas semi-leigas. Para quem já se apercebeu dos flashs de intuição, a mente é uma ferramenta muito rudimentar, lenta e limitada.

Usar a meditação significa estares liberto das emoções e dos pensamentos obstinadamente intermináveis. Desportistas aplicam-na como um diferencial perante os seus adversários e os resultados são cada vez mais notórios.

Na minha infância cresci com 2 ídolos que descobri mais tarde terem sido adeptos da meditação. Foram eles, nas artes marciais, o Bruce Lee e no automobilismo, o Ayrton Senna.

Mais pessoas não praticam esta técnica incrível por conta de alguns mitos instalados. Acompanha-me nos 6 mitos sobre a meditação.

mitos-verdades-meditacao-mindfulness-altaperformance-performance-Escola-Eduardo-Cirilo-Método-DeRose-Porto-portugal-viveremaltaperformance.jpg

6 mitos sobre a meditação

1. A meditação é para hippies, budistas e outros seres “exóticos”

Existem pessoas que tu nem imaginas que meditam. Celebridades, atletas, atores, etc. Não que isso deva necessariamente ser uma motivação para tu começares (mas se for, ótimo), mas é um indício claro de que pessoas no mundo todo cultivam essa arte.

Pense desta forma: meditação é para pessoas que querem ser mais saudáveis e mais felizes nas suas vidas! Tu queres isso? Se os benefícios que a meditação traz são bons para ti, porque não praticá-la?

2. Precisas praticar por vários anos para sentir os benefícios

Estudos mostraram mudanças substanciais no corpo como consequência da prática regular da meditação. No estudo, após um período de 8 semanas de meditação, um tempo relativamente curto, identificou-se um aumento significativo de atividades no lado esquerdo do cérebro, que está associado ao estado de pensamento positivo.

3. Precisas fazer todos os dias, por 30 minutos, para ter um benefício real

Meditação necessita de prática. Quanto mais tu fizeres melhor. Mas a meditação não precisa ser um prática rígida e inflexível, nem ter um tempo específico. A prática de 10 minutos por dia já te trará benefícios. Além disso, se tu não puderes fazer alguns dias da semana, não há problema, medite apenas nos dias que puderes. Mas lembra-te sempre de que quanto mais meditares melhor será o benefício.

4. Não consigo ficar parado, sou inquieto

Tu e toda a população mundial. Ninguém consegue. Isso é próprio do ser humano. Nos tempos atuais são cada vez mais raros os momentos de reflexão onde ficamos parados por um tempo maior que 5 minutos. Isso é normal e acontece com a maioia. Todos os que começam a meditar mexem-se muito, sentem um pouco de desconforto em alguma parte do corpo, dores, etc.. Com o tempo essa situação melhora, tu sentes-te mais confortável, sem dores e tens um maior controle do teu corpo e mente.

5. A meditação é uma prática religiosa

Poder ser e pode não ser. Apesar de ser amplamente utilizada no Budismo, tu podes optar por praticar sem precisar entender ou estar inserido no contexto de uma religião específica. Pratica pelos benefícios que ela te pode proporcionar.

6. A meditação é para pessoas idosas

A meditação é universal e adiciona valores a pessoas de todas as faixas etárias. Uma pessoa pode começar a meditar com oito ou nove anos de idade. Assim como um banho mantém o corpo limpo, a meditação é o “banho” da tua mente.

“A meditação dá-me o zelo e o entusiasmo para espalhar positividade ao meu redor”, diz um meditador de 25 anos de idade.

mitos-verdades-meditacao-mindfulness-altaperformance-performance-Escola-Eduardo-Cirilo-Método-DeRose-Porto-portugal-viveremaltaperformance.jpg

3 verdades sobre a meditação

1. Quem medita lida melhor com o stress

Embora a meditação exista há milhares de anos, sendo desenvolvida numa época em que a palavra stress não existia, sem dúvida a prática tem um efeito imediato em reduzi-lo. Isso acontece porque uma das metas da maioria das formas de meditação é baixar a quantidade de pensamentos inúteis ou negativos.

2. Meditar aumenta as defesa do organismo

O recurso à meditação aumenta as defesas do organismo. Segundo um estudo realizado pela Universidade da Califórnia (EUA), quem medita tem as defesas do corpo ampliadas porque, durante a prática, a enzima telomerase, ligada ao sistema imunológico e responsável por promover a longevidade nas células, é favorecida por uma ação intensificada.

Ocorre, ainda, menor gasto de oxigênio pelas células, reduzindo a frequência cardíaca. A pesquisa analisou 60 pessoas, durante três meses, metade fazendo meditação e a outra metade não. As taxas de telomerase ficaram 30% mais elevadas no primeiro grupo, beneficiado por aumento na capacidade psíquica, melhoria na percepção de controle e atenção e diminuição da neurose e de emoções negativas

3. Alterações fisiológicas ocorrem no organismo graças à meditação. O cérebro cria novas ondas cerebrais relacionadas ao relaxamento

Há, ainda, redução do metabolismo e desaceleração do funcionamento do corpo, com menos gasto de oxigênio pelas células, queda da frequência cardíaca e diminuição da condutabilidade (capacidade que um meio tem de conduzir eletricidade) elétrica da pele.

Tudo isso tem um efeito positivo cardiovascular. A meditação incrementa as áreas do córtex cerebral que participam de informações específicas e favorece a percepção funcional entre os dois hemisférios.

Os níveis mais baixos das frequências cardíaca e respiratória levam a maior estabilidade do sistema nervoso autónomo, o que permite respostas reflexas (reação corporal imediata à estimulação) mais rápidas. E isso sem falar no aumento da concentração dos neurotransmissores dopamina e seratonina, dando maior sensação de prazer, motivação e energia.

mitos-verdades-meditacao-mindfulness-altaperformance-performance-Escola-Eduardo-Cirilo-Método-DeRose-Porto-portugal-viveremaltaperformance.jpg

E agora?

A prática leva à perfeição. A consistência é mais importante do que a quantidade. Meditar por 3 minutos a cada dia vai recompensar-te com muito mais benefícios do que meditar durante duas horas, um dia por semana.

Uma vez integrada na rotina diária, a meditação torna-se a melhor parte do teu dia!

Se gostaste, partilha o artigo, visita o meu instagram (profcirilo) ou vem visitar-me pessoalmente à minha escola para fazermos um programa de life coaching sobre viver em alta performance.

Aconselho-te ainda o livro Meditação e Autoconhecimento do Prof. DeRose, uma das maiores autoridades mundiais na área de desenvolvimento pessoal. Vai buscá-lo na minha loja em formato digital.

Toca a aplicar esta técnica para fazer acontecer!

A meditação é como uma semente. Quando a cultivas com amor, ela desperta. Da mesma forma, a árvore da consciência que está dentro de ti precisa ser nutrida com técnicas de meditação.

Algumas palmeiras crescem em três anos, outras em dez. Aquelas que não são nutridas, nunca crescem!

Um forte abraço, Cirilo

Prof. cirilo
Especialista em life coach