10 práticas que te vão deixar mais inteligente

Ficar mais esperto, ter um rendimento melhor nos estudos e no trabalho? Sabias que é possível dar um upgrade (o chamado biohack) no funcionamento do teu cérebro? Pesquisando, fiz uma lista com pequenas atitudes que podem ajudar qualquer um de nós a ser uma pessoa mais inteligente.

1 – Administra o tempo online

Já reparaste que, de vez em quando, quando fazes login no Facebook “só para dar uma olhadinha” e, de repente, lá se foram algumas horas diante da tela azul e branca. Não que não possamos divertirmo-nos com as redes sociais, mas aprender a administrar o tempo na internet é uma grande coisa.

Podes usar “o lado bom” da internet e dedicares-te a aprender coisas novas, ver palestras do TED, tentar aprender uma nova língua, conhecer um novo país, aprender mais a respeito do corpo humano e por aí vai.

2 – Tira apontamentos!

Tu tens acesso a um número muito grande de informações todos os dias, por isso não adianta pensares que vais conseguir lembrar-te sempre do conteúdo que gostaste ou achaste fantástico. Quando alguma coisa for realmente importante para ti, o ideal é que faças anotações para poderes lembrar-te depois.

3 – Faz uma lista das coisas que já fizeste

Ser confiante e feliz é sinal de inteligência, e uma boa forma de te tornares confiante e satisfeito é lembrares-te das coisas que já conquistaste

4 – Joga mais!

Os jogos mais recomendados para treinar o teu cérebro são o xadrez, alguns jogos de cartas e, claro, as famosas palavras cruzadas. Tudo o que envolva planeamento estratégico e memória é uma boa ideia. Melhor ainda se jogares sozinho, sem ajuda de livros e dicas.

5 – Seleciona melhor os teus amigos

Não é novidade que as pessoas com as quais você te relacionas podem influenciar os teus hábitos e as tuas decisões. Por isso, é sempre bom manteres por perto aquele amigo que gosta de ler, que está bem nos estudos, que tem um bom relacionamento social, que sabe tomar boas decisões e que tem boas conversas. Esse conselho serve para a vida inteira: é sempre bom ter por perto uma pessoa inteligente tanto na questão racional da coisa quanto na emocional também.

De acordo com Saurabh Shah, o teu QI é uma média do QI das cinco pessoas mais próximas de ti. 

6 – Lê Bastante

Esse é um conselho muito falado e, para alguns, um pouco chato. Ainda assim, é preciso reforçar o poder da leitura, principalmente em tempos de redes sociais, quando passamos mais tempo em contato com conteúdos rasos do que com uma boa narrativa literária.

Cientificamente falando, a leitura tem o poder de te dar aquele impulso que o teu cérebro precisa de vez em quando, sem falar que é um ótimo exercício para a criatividade também. Basta começares por ler o jornal diariamente. O importante é leres bastante e sempre.

7 – Explica coisas para as pessoas

Albert Einstein, o génio que todo o mundo conhece, disse uma vez que “se não consegues explicar de uma maneira simples, não entendes o assunto bem o suficiente” e, mais uma vez, ele parecia estar correto. Quando tu realmente entendes um assunto, consegues falar sobre ele com facilidade. Por isso, acostuma-te a falar a respeito das coisas que tens aprendido. Pode ser até para ti mesmo, a frente do espelho.

8 – Faz coisas novas e aleatórias

Ninguém gosta de rotina, nem mesmo o teu cérebro. Por isso, faz coisas novas e diferentes com frequência. Pode ser que um dia o que fizeste hoje seja útil ou, na “pior” das hipóteses, estás a criar memórias de novas experiências e isso é sempre bom.

Steve Jobs, por exemplo, fazia aulas de caligrafia quando era mais novo, mesmo sem precisar de se preocupar com isso. Anos mais tarde, quando tornou-se o génio responsável pela Apple, os conceitos de design que ele havia aprendido foram mais do que úteis.

Se trabalhas com fotografia, tenta escrever um pouco também. Se o teu interesse maior é a qualidade de vida, aventura-te numa aula de DeROSE Method ou dança. Vale tudo: de torneios de póquer com os amigos a caminhadas nos parques desconhecidos aos fins de semana.

9 – Aprende um novo idioma

Se tu tens acesso à internet, já não vale a desculpa de que estás sem dinheiro para pagar por aulas de outro idioma. Com uma boa pesquisa, dá para descobrires sites que ensinam gramática, ortografia, interpretação de texto, expressões idiomáticas e dão dicas de como te podes aprofundar noutra língua.

É importante saber qualquer língua além do português para te destacares no mercado de trabalho, lógico, mas isso também deixa o teu cérebro mais esperto, mais treinado. 

10 – Relaxa!

Depois de um dia corrido, de todas as tarefas do trabalho cumpridas, depois de fazeres aquela aula de DeROSE Method, de começares a ler um novo livro e de aprenderes um pouco mais sobre um novo idioma, relaxa, respira e fica algum tempo em silêncio, sem fazer nada, concentrando-te apenas no teu corpo e na tua respiração.

Esses minutos de calma são muito úteis para que o teu cérebro assimile tudo o que fizeste e para que o teu corpo recomponha as energias. Se és do tipo que vive muito stressado e irritado, experimenta fazer um pouco de meditação todos os dias e, com certeza, vais perceber que a sensação de irritação vai começar a diminuir.

E agora? Toca a aplicar estes conceitos!

Quero ver-te a evoluir e tornares-te cada vez melhor no teu dia-a-dia. Aplica os conceitos da alta performance nas tuas conquistas e com as pessoas que amas e confias.

Se gostaste, partilha o artigo, visita o meu instagram (profcirilo) ou vem visitar-me pessoalmente à minha escola . Contacta-me para fazermos uma sessão de life coach e assim conquistares as tuas metas.

Um forte abraço,

 Cirilo

Cirilo

Complementa a leitura com estas recomendações:

Extra:

Sabes qual é o poderda amizade e os seus 8 benefícios?